domingo, 18 de dezembro de 2011

Práticas de Letramento

Andrei Vanin (Filosofia/ Erechim)

De 31 de outubro a 8 de novembro estiveram abertas as inscrições para o curso de extensão Práticas de Letramento na Educação Infantil e no 1º ano do Ensino Fundamental: desafios, propostas e perspectivas para atuação docente. O curso, que ofereceu 250 vagas, aconteceu entre os dias 9 de novembro e 7 de dezembro, às quartas-feiras, das 19h10min às 22h10min, no auditório da UFFS, campus Erechim, totalizando 20 horas/aula.

Os organizadores foram os professores Rodrigo Saballa de Carvalho e Zoraia Aguiar Bittencourt, que trabalham no curso de Licenciatura em Pedagogia da UFFS. O curso foi voltado para professores – da educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental –, coordenadores pedagógicos, alunos do curso de Pedagogia e demais profissionais ligados à formação de estudantes, na abrangência da 15ª Coordenadoria Regional de Educação.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Saída de campo das turmas da UFFS

Por Jéssica Amroginski e Vanessa Luisa Freiberger (Engenharia Ambiental/ Erechim) 


As turmas de Engenharia Ambiental 2010 e Arquitetura e Urbanismo 2010 e 2011 do campus Erechim que cursam a disciplina de História da Fronteira Sul realizaram no dia 2 de dezembro uma viagem até São Miguel das Missões, a fim de visitar os locais históricos que fazem parte dos conteúdos abordados em sala de aula. 

A saída de Erechim foi às 6h30min e o roteiro de viagem incluiu paradas no caminho, para visitar outros locais como o Museu Otávio Otto, na cidade de Carazinho. Lá, os estudantes puderam visualizar diversos artefatos indígenas, muitos deles produzidos pelos antigos povos guaranis; além do Museu, visitaram a praça histórica e o centro daquela cidade. 

Depois disso, grupo seguiu viagem até a cidade de Santo Ângelo. Na cidade, foram conduzidos por uma guia turística que os levou para visitaram as reduções jesuíticas, o museu de Santo Ângelo e a igreja construída por povos missioneiros. 


Imagem: Igreja de Santo Ângelo

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Projetos Leituras de Foucault, um convite ao debate


Por Everton Zoraski (Filosofia/ Erechim) 


Nas dependências da UFFS, campus Erechim, em novembro de 2011, ocorreu o primeiro encontro do grupo de estudos intitulado Leituras de Foucault: Problematizações Contemporâneas, sob a coordenação do professor Fábio Feltrin, do curso de História.

A estrutura do grupo é um tanto quanto diferenciada: os encontros acontecerão quinzenalmente, sempre às sextas, com a peculiaridade de serem “repetidos” aos sábados utilizando o mesmo conteúdo; isso possibilita que os estudantes com vínculo empregatício tenham acesso e compareçam regularmente. Tem previsão de duração até outubro de 2012, respeitando os recessos de janeiro, fevereiro e julho. Os participantes receberão certificado de 320 horas oferecidos pela UFFS. 

sábado, 3 de dezembro de 2011

Papai Noel que me aguarde!


Por Jéssica Pauletti (Ciências Naturais/ UFFS)

Aos queridos colegas e professores que se identificam com essa passagem...

Final do ano chegando...contagem regressiva para as férias, festas, casa da avó e família. Ótimo pensar assim! Mas antes de chegar tudo isso, tem o fim de semestre na universidade. Medo!! Parece que é um combinado das disciplinas, elas pensam assim “vamos sugar todas as energias desse povo”. E como sugam. Para completar, estamos em pleno verão, apesar de ser primavera, e esse sol caprichosamente aparece com força às seis horas da manhã e só me dá um tchauzinho às oito da noite. Portanto, passo a maior parte do tempo em sua companhia, assim, nas idas e vindas da universidade para casa, o sol faz questão de iluminar nossas cabeças.

Infelizmente esse sol maravilhoso, que em Janeiro talvez eu aproveite verdadeiramente, não me ilumina na hora da prova ou da apresentação de um seminário, o que ele provoca é uma tremenda dor de cabeça. Quando eu coloco a cabeça no travesseiro, não sei quem dói mais: minhas pernas de tanto caminhar ou minha cabeça de tanto ler, analisar, pensar. Já dizia a professora Neide em suas aulas de Didática: “pensar dói, dá fome, cansa”, e a cada dia me certifico mais disso.


"Energias renováveis" é tema de discussão na UFFS/Realeza

Professores e técnicos da UFFS se reúnem semanalmente para discutir questões referentes às energias renováveis

                                                                                            Vanessa Pagno/Comunica
Professores, técnicos e acadêmicos, em reunião para discutir
 questões sobre energias renováveis.



Por Vanessa Pagno (Ciências Naturais/UFFS)

O desenvolvimento sustentável é algo de que se fala muito na contemporaneidade. Discutem-se medidas que diminuam os impactos ambientais, provocados, especialmente, por fontes não renováveis de energia. Uma saída para a diminuição da degradação do meio ambiente é o uso de energias renováveis, que são, em pequena escala, não poluentes.

Há cerca de dois meses, professores e técnicos da UFFS campus Realeza formaram um grupo de estudos para discutir as questões referentes às energias renováveis. As reuniões do grupo consistem em seminários explicativos, nos quais, semanalmente, os participantes apresentam suas propostas de trabalho e, logo após, realiza-se um debate.


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Programa Cultural SINESTÉSICOS retornará em 2012

Por: Selí Teresinha Leite (Geografia/Licenciatura-Erechim)


Dentre os programas de extensão inscritos para serem executados a partir de março 2012, está o Sinestésicos: arte, cultura & comportamentos altissonantes, cujo objetivo principal é “estabelecer um ciclo de atividades acadêmicas, com periodicidade regular e ênfase em manifestações artístico-culturais, a fim de incentivar circulação de informações e fomentar a formação de público para manifestações artísticas.” (fonte: programa Sinestésicos).

Este programa foi o primeiro de extensão da UFFS e sua primeira edição aconteceu de agosto à dezembro de 2010, com grande apreciação e envolvimento da comunidade acadêmica e comunidade externa. Por conta do grandioso sucesso dessa primeira edição, a partir do dia 10 de março do ano vindouro o programa estará novamente inserido nas pautas de eventos da UFFS-Erechim e toda comunidade interna e externa estão desde já convidadas a participarem e interagirem no decorrer das atividades propostas pelo projeto.

Primando pela diversidade e qualidade, o cronograma da segunda edição foi estruturado em cinco eixos (ou projetos) que ficaram assim distribuídos:

1) ALTISSONÂNCIA: formado por oficinas de formação, com o propósito de promover o desenvolvimento da produção artística local;

2) CINEMA E SABER: sessões de cinema e debates que façam analogias com o saber e o conhecimento.

3) DIÁLOGOS: composto por palestras e mesas redondas com o objetivo de discutir a intermediação entre os saberes acadêmicos e os saberes empíricos;

4) FESTIVAL INTERMITENTE DE BANDAS: constituído pela apresentação de bandas locais e da região para encontros com a comunidade em espaços públicos da Cidade de Erechim;

5) PARTILHANDO LEITURAS: formado por conversas e debates sobre autores e livros, para propiciar o acesso ao “círculo do livro”.

A equipe colaboradora do programa é formada por professores, técnicos e voluntários, sob coordenação do prof. Atílio Butturi Junior. Mais informações estarão disponíveis, em breve, no blog no projeto 

http://sinestesicosuffs.blogspot.com/ e no twitter http://twitter.com/#!/Sinestesicos. Todas as atividades da primeira edição podem ser encontradas nesses links.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Comunica Erechim apresenta trabalho no 5º CBEU em Porto Alegre

Vanessa Luisa Freiberger (Engenheria Ambiental e Energias Renováveis/ Erechim)

O projeto Comunica, no campus Erechim, está em andamento desde março de 2011 e nesse período foram produzidos mais de cem textos por acadêmicos bolsistas e voluntários, gerando mais de 5.500 acessos ao blog do Comunica Erechim. 

Com o intuito de expor as atividades realizadas no projeto Comunica Erechim, os acadêmicos que fazem parte do projeto participaram do 5º CBEU – Congresso Brasileiro de Extensão Universitária / As Fronteiras da Extensão, que ocorreu entre os dias 8 e 11 de novembro de 2011. O título do trabalho foi Comunica: Laboratório de Produção Textual – UFFS / Campus Erechim, apresentado na sessão de comunicação oral pelas acadêmicas Darline Balen, Jéssica Amroginski e Vanessa Freiberger,  no dia 10 de Novembro, nas dependências da PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Além das apresentadoras, também participou do Congresso a acadêmica do Comunica, Selí Leite.


Imagem: as acadêmicas do Comunica no 5° CBEU


Nova Pós-Graduação em Erechim

Andrei Vanin (Filosofia/ Erechim)

A UFFS campus Erechim abre as inscrições para o curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Processos Pedagógicos na Educação Básica. O curso é totalmente gratuito e são ofertadas 35 vagas. Segundo o edital Nº 164/UFFS/2011 (Disponível no site: http://www.uffs.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=553&Itemid=899 ), “as vagas destinam-se a candidatos portadores de diploma de cursos superiores de graduação, em cursos de licenciatura ou áreas afins, devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), preferencialmente professores e gestores que atuam na Educação Básica.” 

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Salsa, Son y Rumba!

Por Darline Balen (Engenharia Ambiental/Erechim)

Na próxima sexta-feira, 25, será realizada, no auditório da UFFS-Erechim a  II Oficina de Dança: Esto es Salsa, Son y Rumba! ministrada pelos professores Anderson A. Genro Alves Ribeiro e Rafaela Bressan. A oficina terá início às 18 h e término às 20 h. 


A primeira oficina foi realizada em setembro como parte alusiva da programação de aniversário da UFFS. Devido ao número de solicitações por parte dos participantes para a realização de uma nova oficina e visto que os professores Anderson e Rafaela participaram do Congresso Internacional de Salsa em São Paulo, decidiu-se realizar a segunda oficina de dança.

Conforme Anderson, “O objetivo principal é divulgar um pouco da dança de salão, em especial a Salsa e seus assemelhados como a Rumba, o Cha-cha-cha, o Son, o Merengue, entre outras”. Ele também comentou sobre a possível formação de um grupo de danças.

Uma das recomendações para quem pretende participar é usar roupas e calçados confortáveis. Não será exigida vestimenta especial. Também vale ressaltar que o curso está aberto a todos os públicos, não sendo necessário ter participado da I oficina de dança e nem possuir um companheiro de dança.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo e-mail andersonalvesribeiro@gmail.com.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011


Primeiro SEPE em Erechim e suas atividades



Andrei Vanin (Filosofia/ Erechim)

A Universidade Federal da Fronteira Sul promoveu o Primeiro Seminário de Ensino, Pesquisa e extensão (SEPE), entre os dias 17 e 18 de novembro de 2011. O Seminário tinha como objetivo, segundo os organizadores, “incentivar a apresentação das pesquisas realizadas pelos acadêmicos”. A apresentação de trabalhos para os acadêmicos que eram bolsistas (remunerados) de pesquisa e de extensão era obrigatória. Já a apresentação dos bolsistas voluntários ou de outra modalidade de bolsa era facultativa. Também acadêmicos ouvintes poderiam se inscrever.

O Seminário começou com uma mesa redonda no dia 17,  pela  manhã, com dirigentes da Fundação Araucária, do Paraná, e da Fapesc, em Santa Catarina, transmitida por vídeoconferencia para os outros campi, cujo titulo era As políticas de apoio à Ciência, Tecnologia e Inovação no Sul do Brasil. À tarde, aconteceu a apresentação de trabalhos. No campus Erechim, nessa primeira tarde,  foram apresentados onze trabalhos, todos eles ligados a algum projeto de pesquisa ou extensão. Foi uma atividade interessante, pois os alunos apresentavam o projeto ou os resultados já alcançados com as pesquisas e depois abria-se para um debate com professores convidados que compunham a mesa.

III NED – Uma troca de saberes e aprendizados entre docentes e futuros docentes


Por Willian Moura e Jessica Pauletti (Ciência/Realeza)

Realizou-se na segunda-feira, 07 de Novembro, o terceiro evento do NED (Núcleo de Estudos em Docência) na UFFS/Realeza. Ocorreram duas palestras que contaram com a presença de acadêmicos dos Cursos de Licenciatura em Ciências Naturais e de Licenciatura em Letras/Espanhol de Realeza, além da participação especial dos acadêmicos do curso de Licenciatura em Educação no Campo, da UFFS/Laranjeiras. 

Na palestra da tarde, ministrada pela professora Maria Eliza de Mattos Pires Ferreira, da Universidade Anhembi Morumbi, foram enfatizadas questões como a Pedagogia, que nada mais é do que a ciência da educação, e o momento em que ocorre uma inversão nos papéis de teoria e prática. Segundo a palestrante, a “teoria é construída a partir da prática”. Foram explanados os pensamentos de autores como Dewey, Durkheim e Herbert. A professora falou sobre a forma como estão sendo usados conceitos de forma errônea nos dias atuais. Um exemplo deles é o conceito de educação, que acaba sendo utilizado de maneira ampla e complexa, como se todos entendessem de forma coerente o que seus vários sentidos querem dizer. No senso comum, os alunos são como “seres não iluminados”, e o professor “passa o conhecimento, o saber”. Assim, a escola se torna um espaço aberto, no qual interagem alunos e professores. 

                                                                                                                              Maiara Vissoto/UFFS
A Palestra contou com a participação de acadêmicos,
professores e técnicos da UFFS.


Despedida com chave de ouro!

Projeto de extensão realiza sua última oficina do ano focando na obra de Chico Buarque de Holanda
                                                                                                                       Juciane Fornal/Comunica
Professor Sérgio iniciando último o encontro do ano do projeto.

 Por Vanessa Pagno (Ciências/Realeza)

Na tarde do último dia 05 de novembro, muitos apaixonados pela música popular brasileira (MPB) se uniram para assistir à última oficina do projeto de extensão “História, Cultura e Poesia das letras na Música Popular Brasileira”, coordenado pelo Professor Dr. Sérgio Massagli.
 Após o sucesso das oficinas voltadas para o “Samba”, “Bossa Nova” e “Tropicália”, o projeto decidiu apostar na obra de Chico Buarque de Holanda, grande cantor e compositor brasileiro. Como era de se esperar, este último encontro foi um verdadeiro show, teve de tudo, desde músicas de Chico Buarque até vídeos de obras do cantor, com direito a interpretação da música “Meu refrão”, de Chico Buarque, feita pela acadêmica do curso de Ciências, Ana Paula Ghizzo, acompanhada pelo som de violão tocado pelo comerciante César Detoni.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Final de semestre movimenta Curso de Letras do Campus Cerro Largo – parte I


por Kátia Fernanda Gauer (Letras Português e Espanhol / Cerro Largo) 

Com o objetivo de contribuir com a formação dos acadêmicos e com o processo de construção do Curso de Letras da UFFSCampus Cerro Largo, foram desenvolvidas diversas atividades / eventos entre os dias 19 de outubro e 11 de novembro.

19 e 20 de outubroCurso de Letras da UFFSCampus Cerro Largo recebeu professores e estudantes da Universidade de Kiel da Alemanha

Nos dias 19 e 20 de outubro de 2011, ocorreu a atividade de intercâmbio entre professores e estudantes de língua portuguesa e língua espanhola da Christian-Albrechts-Universität zu Kiel, da Alemanha e professores e estudantes do Curso de Letras da UFFS- Campus Cerro Largo. Organizada pelos professores Cristiane Horst e Marcelo Krug, a atividade teve o intuito de proporcionar troca de experiências em relação ao ensino,  pesquisa e extensão nas universidades envolvidas.
No que diz respeito à programação, podemos destacar a palestra ministrada pelo professor Harald Thun, “Contatos do português brasileiro em áreas de fronteira”, que abordou três projetos de pesquisa que combinam a dialetologia pluridimensional e contatual com a sociolinguística. Houve também a troca de experiências em momentos de integração, oportunidade em que os participantes se comunicaram em português, alemão, inglês e, principalmente, em espanhol.
A acadêmica Marciele Marques (UFFSCerro Largo) relata "Fue una experiencia maravillosa! ,destacando as diferenças culturais existentes entre os dois grupos,uma experiência de trocas, aprendizagens e muito conhecimento adquirido acerca do todo. Espero que tenhamos outras oportunidades como essa, levando em conta a situação de interação que foi vivida."
Outro momento significativo foi a visita à Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre José Schardong, que tem a língua alemã e a língua inglesa como línguas estrangeiras em seu currículo. Além de assistir aulas, ocorreu um diálogo sobre o ensino nas escolas no Brasil e na Alemanha, como também uma conversa sobre o trabalho que a escola vem realizando em relação ao ensino de línguas estrangeiras e suas perspectivas para o futuro. 
Fonte: Serviço de Apoio à Comunicação

25, 26 e 27 de outubro - Curso de Letras da UFFS - Campus Cerro Largo realizou a I Semana Acadêmica de Letras

Entre os dias 25 e 27 de outubro ocorreu a I Semana Acadêmica do Curso de Letras da UFFSCampus Cerro Largo, sob a coordenação dos professores Ana Beatriz Ferreira Dias,  Demétrio Alves Paz e Marcelo Jacó Krug. O evento abarcou  três grandes áreas do conhecimento pertinentes às Letras, em forma de mesas redondas, comunicações e oficinas: Linguística, Língua Espanhola e Literatura.
 Na primeira noite, a mesa redonda de Linguística, coordenada pela professora Cristiane Horst (UFFS), teve como participantes as professoras Cláudia A. Rost Snichelotto (UFFS – Campus Chapecó) e Tatiana Keller (UFSM). Podemos destacar as discussões acerca da variação e mudança linguística, possibilitando reflexões e questionamentos referentes à polêmica do livro didático Por uma vida melhorde Heloísa Ramos, e também sobre a própria prática em sala de aula, considerando toda inversão que a mídia provocou sobre o tema.
Na segunda noite, o tema da mesa redonda foi Língua Espanhola, que foi coordenada pela professora Neiva Maria Graziadei Fernandes, teve como palestrantes, Ana Carolina Teixeira Pinto (UFFS – Campus Realeza) e Santo Gabriel Vaccaro (UFFS – Campus Chapecó). Os integrantes da mesa lançaram um olhar ao trabalho de literatura e língua espanhola simultaneamente, fazendo reflexões sobre essa possibilidade e defendendo-a, pois segundo eles através da literatura é possível conhecer a cultura, língua e história de um povo. Ainda nesta noite tivemos a apresentação do grupo de teatro La Broma (UFFS - Campus Realeza) e do grupo de teatro Españarte (UFFS - Campus Cerro Largo).  
            Na noite de encerramento, a área do conhecimento da mesa redonda foi Literatura, que foi coordenada pelo professor Demétrio Alves Paz e teve como convidados Valdir Prigol (UFFS – Campus Chapecó), Luciano de Melo de Paula (UFFS – Campus Chapecó) e Eni de Paiva Celodonio (UFSM). Pelo que foi observado, as reflexões sobre o tema “Eu quero ler, mas minha profe não deixa...”, provocaram grande interesse do público presente, levando os ouvintes a pensarem alternativas a fim de tornar a leitura dos livros clássicos mais instigante para os estudantes do ensino médio e fundamental, sem estigmatizar outras leituras.

terça-feira, 15 de novembro de 2011


Propriedades medicinais da Carqueja: pesquisa 

no campus Erechim



Por Jessica Amroginski (Engenharia Ambiental/ Erechim) 


As Ciências Biológicas têm desenvolvido variadas pesquisas no campus Erechim. Dentre as iniciativas, destaca-se o projeto de pesquisa científica coordenado pela Professora Dra. Denise Cargnelutti, cujo tema é a planta Baccharis trimera, popularmente conhecida como “carqueja”. De acordo com a Professora, a carqueja apresenta muitos benefícios para o ser humano. Segundo ela, “ a Baccharis trimera é uma planta utilizada na medicina tradicional principalmente para a solução de problemas hepáticos, disfunções estomacais e intestinais. Análises químicas de B. trimera indicaram a presença de terpenóides, flavonóides, ligninas, carquejol e cumarinas. Estes compostos secundários observados em B. trimera seriam os responsáveis pelas suas propriedades medicinais potenciais”. 


segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Inclusão Digital

Por Darline Balen (Engenharia Ambiental/Erechim)

Inclusão Digital em Espaços Públicos Informatizados da Região do Alto Uruguai é um projeto de extensão da UFFS-Erechim coordenado pelo professor André Gustavo Schaeffer e tem como objetivo proporcionar a oportunidade de explorar a tecnologia através de atividades lúdicas e interativas.

O projeto foi implantado na Escola Municipal de Ensino Fundamental Othelo Rosa localizada no Bairro Presidente Vargas. Essa escola foi escolhida por ser a primeira a receber um computador por aluno. O projeto iniciou suas atividades na escola em outubro, porém ele vem sendo trabalhado desde agosto no sentido de conhecer o material, explorar e avaliar os jogos etc. Futuramente, o projeto prevê a sua aplicação em mais escolas que disponham de computadores.

A estudante do curso de Engenharia Ambiental e Energias Renováveis, Andressa Morgana Zortéa, é bolsista do projeto. Ela vai à escola nas quartas-feiras à tarde, auxiliando duas turmas que foram divididas pela faixa etária: pré-adolescentes e adolescentes. As turmas contemplam alunos do 3º ao 8º ano do Ensino Fundamental que possuem necessidades especiais como: deficiência física, auditiva, visual, intelectual e hiperatividade.

Geografia/Licenciatura-2010


Campi Erechim e Chapecó Viajam em Trabalho de Campo


Por Selí Teresinha Leite (Geografia/Licenciatura-Erechim)

Do dia 28/10 a 30/10 de 2011, os acadêmicos do curso de Geografia/Licenciatura turma 2010, dos Campi Erechim/RS e Chapecó/SC, participaram do trabalho de campo programado na grade curricular como complemento dos estudos feitos em sala de aula para as disciplinas de Geomorfologia, Geografia Rural e Cartografia Temática. Os professores da UFFS, Márcio Eduardo, Paula Lindo, Juçara Spinelli, Éverton Kozenieski, Dilermando Cattaneo e Ani Carla Marchesan do Campus Erechim, juntamente com Gisele Lima e Marlon Brandt do Campus Chapecó, acompanharam os acadêmicos na atividade.

A programação teve início às 2h do dia 28/10, com saída do Campus Erechim passando por Passo Fundo, Lagoa Vermelha, Vacaria e Bom Jesus. Em Bom Jesus, houve a primeira parada para que os acadêmicos pudessem analisar, observar e questionar temas discutidos teoricamente em sala de aula. Na manhã seguinte, 29/10, os acadêmicos rumaram a São Francisco de Paula, Cambará do Sul, Parque Nacional dos Aparados da Serra, Praia Grande e Torres. No domingo, seguindo a viagem passaram por Lauro Müller, Serra do Rio do Rastro, Bom Jardim da Serra, São Joaquim, Lages, Concórdia e chegaram em Erechim por volta das 2h da manhã.
Visita à Empresa Sanjo em São Joaquim - SC

Torres - RS
Parque Nacional dos Aparados da Serra - RS



sábado, 5 de novembro de 2011

  ENEM: entrada para a UFFS


Por Vanessa Luisa Freiberger (Engenharia Ambiental/Erechim)


O ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) foi aplicado nos últimos dias 22 e 23 de novembro e contou com aproximadamente 5 milhões de candidatos inscritos. Como em anos anteriores, no sábado foram aplicadas as 90 questões referentes a ciências da natureza e ciências humanas e, no domingo, mais 90 questões de matemática e linguagens, além da redação que teve como tema Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado. 


De acordo com dados do INEP, registrou-se abstenção média de 26,4%, nos dois dias de avaliação, ou seja, 1.416.912 candidatos não fizeram as provas. 

Da perspectiva do ingresso na Universidade Pública, é importante pensar na importância que o ENEM adquiriu nos últimos anos. Segundo o coordenador do Curso de Licenciatura em Pedagogia da UFFS, Prof. Thiago Ingrassia Pereira, o ENEM é a "porta de entrada" para o Ensino Superior. Adquiriu importância com as políticas de expansão do Ensino Superior, tendo em vista as bolsas do ProUni. 

Na UFFS, o ingresso é feito exclusivamente pela nota do ENEM e ocorre uma política de incentivo chamada "fator escola pública", que significa que os estudantes recebem uma bonificação em sua nota do ENEM de acordo com os anos que cursou escola pública no Ensino Médio. Dessa forma, um estudante que fez os três anos do Ensino Médio em escola pública tem a sua nota do ENEM multiplicada por 1,3, o que significa 30% de "incremento". 

Finalmente, é bom lembrar que o "fator escola pública" tem incidido no perfil dos estudantes da UFFS, pois mais de 90% dos alunos da instituição são provenientes da escola pública, fato que reverte uma tendência histórica de primazia dos estudantes de escola privada nas instituições públicas federais.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O Lado “B” do Comunica

Conhecendo os integrantes do jornal UFFSense.


Por Willian Moura (Ciências/Realeza)

Clóvis Alencar Butzge.

Clóvis é o “Todo Poderoso”, ou melhor, o coordenador do Projeto Comunica e, também, do Curso de Letras da UFFS/Realeza. Após fazer um ano de Ciências Contábeis, decidiu que sua paixão não eram os números, mas, sim, as letras. Ah, e, é claro, sua esposa, a Graci. Como um bom homem convencional, gosta de jogar futebol, ler sites de jornalismo e procurar novas bandas de rock no youtube.com. Um segredo contado: adora filmes de super-herói. Super-herói preferido: Space Ghost. Nunca teve um ídolo, mas confessa que lê biografias, pois adora histórias de vida e busca nelas inspiração para a sua vida. Vive o futuro antes do tempo, sempre faz algo planejando o que virá depois. Odeia tirar fotos, mas, com custo, encontramos essa.

UFFS realizará III Seminário do Núcleo de Estudos em Docência

 

Para receber certificação de participação do evento,
       os interessados devem se inscrever no site
http://www.neduffs.org/, até o dia 06 de novembro

Por Vanessa Pagno (Ciências/Realeza)

No próximo dia 07 de novembro, acontecerá, na UFFS campus de Realeza, o III Seminário do Núcleo de Estudos em Docência. O Núcleo de Estudos em Docência (NED) é uma iniciativa dos cursos de licenciatura da UFFS, o qual pretende estabelecer uma articulação entre professores formadores, professores em atuação na educação básica e estudantes das licenciaturas, além de qualificar o processo formativo desencadeado nas licenciaturas da universidade. Esse núcleo da UFFS foi criado no ano de 2010, a partir de um projeto institucional para concorrer ao edital do programa PRODOCÊNCIA (Programa de Consolidação das Licenciaturas) da CAPES (028/2010).

O Comunica conversou com a professora Me. Caroline Heinig Voltolini, uma das coordenadoras do NED e responsável pela organização deste evento, que nos esclareceu o que é o evento do NED e como estão sendo as preparações para o mesmo.

Vai ter bisss!!??

Com o sucesso da primeira confraternização do curso de Ciências, professores e acadêmicos aguardam novo encontro.

                                                                                                                      Maiara Vissoto/Ciências
Integração entre professores e acadêmicos
do Curso de Ciências.

Por Jéssica Pauletti (Ciências / Realeza)

Nada melhor que começar a semana desse jeito! Foi isso que os acadêmicos do Curso de Licenciatura em Ciências: Biologia, Física e Química puderam dizer depois da noite de segunda- feira, 24 de outubro de 2011. A confraternização entre acadêmicos e professores deste curso ocorreu na AABB (Associação Atlética Banco do Brasil) de Realeza e foi recheada de muito churrasco, saladas e altos papos.

sábado, 29 de outubro de 2011

PET em Erechim: novos bolsistas e  Fórum Paulo Freire 

Andrei Vanin (Filosofia/ Erechim) 

O PET - Programa de Educação Tutorial - é organizado a partir de grupos dos cursos de Graduação de instituições de Ensino Superior do País, visando a indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão. Na UFFS, campus Erechim, esse grupo foi denominado Grupo Práxis – PET/Conexões de Saberes” e é voltado para estudantes oriundos de comunidades populares, regularmente matriculados/as nos Cursos de Licenciatura em Pedagogia, Ciências Sociais, Filosofia, História e Geografia. 

Segundo o tutor do PET, Prof. Thiago Ingrassia Pereira, os estudantes das licenciaturas, através deste projeto, podem integrar à sua “ 'vida acadêmica' atividades ligadas à pesquisa e extensão, qualificando assim a “caminhada universitária”. O projeto funciona desde de 2010 e contava com três bolsistas. No mês de outubro foi aberto novo edital. O processo seletivo buscava mais seis bolsistas remunerados e dois voluntários. Poderiam concorrer a essas vagas acadêmicos dos cursos de Licenciaturas em Ciências Sociais, Filosofia, Geografia, História e Pedagogia da UFFS, campus Erechim, e as inscrições eram feitas no setor de assuntos estudantis do campus


Imagem: o professor Thiago Ingrassia e os "petianos" da UFFS



quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Um cantinho para Guimarães Rosa

Obras de Guimarães Rosa foram tema de oficina durante a I Semana Acadêmica de Letras

                                                                                                                                           Marcos Silva
 Professor Saulo durante a oficina
“Leitores do sertão: as leituras de contos de Guimarães Rosa”.

 Por Vanessa Pagno (Ciências/Realeza)

 Muitas pessoas já se depararam com as obras de Guimarães Rosa e passaram a entendê-las como confusas, com palavras malucas que não se encontram no dicionário de língua portuguesa, nem mesmo no "Aurélio". Devo confessar que sou uma delas. Mas isso não vem ao caso. O que eu estou querendo contar aqui é que participei de uma oficina, voltada para as obras de Guimarães Rosa, durante a I Semana Acadêmica de Letras, da qual gostei muito, pois passei a ter um maior contato com as obras desse autor. Percebi, então, que as “palavras malucas” não são tão “malucas” quanto parecem, elas querem nos dizer algo assim como todas as outras palavras de nosso dicionário. A única diferença é que as palavras de Guimarães exigem de nós uma atenção maior, pois tentam nos falar algo de uma maneira diferente.

Muita química, paisagens lindas e a sensação de que tudo valeu a pena

                                                                         Jéssica Pauletti (Comunica/UFFS)
Camiseta dos alunos do curso de Química da Unioeste

Por Flavia Rommel e Jéssica Pauletti (Ciências/Realeza)

Como a semana passou rápido! Por quê? Bem, não é sempre que se tem um evento de química na região sudoeste paranaense para participar. Vindo ao encontro do Ano Internacional da Química, o ano de 2011 vai ser ainda mais lembrado, pois entre os dias 17 e 20 de outubro ocorreu o II Congresso Paranaense de Educação Química (CPEQUI), na cidade de Toledo, nas dependências da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

terça-feira, 25 de outubro de 2011

A Pós-Colheita agrícola é tema de pesquisa na 

UFFS


Por Jéssica Amroginki (Engenharia Ambiental/ Erechim) 

Mais um projeto de pesquisa está sendo desenvolvido no campus Erechim. O trabalho é coordenado pelos professores Lauri Radünz e Altemir Mossi. O tema pesquisado é "pós-colheita". De acordo com um dos coordenadores, pós-colheita é a área de armazenagem de grãos e tem a função de evitar a flutuação de preços e de ofertas de produtos. Armazenagem é a guarda de produtos de origem vegetal, visando a evitar ao máximo maiores perdas quantitativas e qualitativas. O projeto de Iniciação Científica começou as atividades em agosto de 2011 e estende-se até julho de 2012.

Um dos coordenadores, o professor Lauri Radünz, respondeu a algumas questões pertinentes ao projeto, para ressaltar o que impulsionou a realização dessa pesquisa e também quais são os seus objetivos.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

I Seminário de Ciências Sociais no Alto Uruguai

Por Seli Teresinha Leite(GeografiaLicenciatura/Erechim)

Na semana de 17 a 21 de outubro, o curso de Ciências Sociais da UFFS – Campus Erechim, que é o primeiro da região Norte do Estado do Rio Grande do Sul, através de seu I Seminário de Pesquisa e Ensino em Ciências Sociais (SEPECS), propiciou à comunidade Erechinense e à comunidade acadêmica participar dos diversos discursos propostos nas temáticas apresentadas, tanto como ouvintes, quanto como questionadores dos temas abordados.

Dentre as atividades do I SEPECS, destacou-se a mesa redonda da noite de quinta-feira (20), cujo tema abordado foi o Ensino de Ciências Sociais. Nessa mesa, participaram os professores Leonardo Rafael Santos Leitão (UFFS - Campus Chapecó) e Leandro Raizer, professor (IFRS – Campus Osório). Thiago Ingrassia Pereira, professor da UFFS - Campus Erechim, atuou como mediador.
 
Para Pereira, mediador da mesa, o ensino de Ciências Sociais depara-se com a dualidade de como harmonizar a severidade científica e pedagógica com a crítica social mediativa. Por um lado, acredita que os professores precisam ter domínio de várias disciplinas e saberes e, por outro, vê a necessidade de que sejam capazes de sensibilizar os educandos, muito embora estes venham de um modelo mecanicista e pouco mediativo. Quanto a este fato, a UFFS/Erechim tem a pretensão de se tornar uma referência na formação docente na área de Sociologia fazendo a união das práticas e saberes em consonância com a educação, procurando tornar sólidas ações que incitem os educandos para os percalços que encontrarão na formação acadêmica para a docência em Ciências Sociais.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Vem aí a 1ª Nutrago

Acadêmicos do curso de nutrição organizam festa para arrecadar fundos para a formatura


Por Vanessa Pagno (Ciências/Realeza)

Os acadêmicos da 4ª fase do curso de nutrição, por meio de sua comissão de formatura, estão organizando a 1ª Nutrago. A festa acontecerá no dia 28 de outubro de 2011, na Bold’s Dance, em Realeza – PR, e iniciará às 23 horas. Contará com a presença de dois DJ’s: o Dj Fábio, da cidade de Ampére, e o Dj Chico, de Francisco Beltrão.

Para saber um pouco mais sobre a festa, o Comunica conversou com a acadêmica Jakeline Gabrieli que nos contou que “a finalidade do evento é de arrecadar dinheiro para a formatura e oferecer lazer e diversão aos acadêmicos da UFFS e aos realezenses.” Ela salienta que as expectativas para a festa são as melhores possíveis e que, para que seja uma grande festa, todos estão empenhados na organização do evento. Segundo ela, o evento está sendo bastante divulgado, “através de blitz e da distribuição de cartazes e folders em Realeza e nas cidades vizinhas, divulgando nas rádios, bem como com carro de som e também através das redes sociais”.


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Acadêmica do curso de Letras – Campus Cerro Largo participou do XVIII Salão de Iniciação Cientifica da UFRGS




O XVIII Salão de Iniciação Cientifica da UFRGS ocorreu em Porto Alegre entre os dias 03 a 07 de outubro com o intuito de divulgar, promover e acompanhar as pesquisas cientificas desenvolvidas por acadêmicos de diferentes áreas do conhecimento.
A acadêmica do curso de Letras Katia Fernanda Gauer participou do evento apresentando o projeto 'Coleta de etnotextos no noroeste do estado do Rio Grande do Sul', sob orientação dos professores Marcelo Jacó Krug e Cristiane Horst, que se insere na área de variação e mudança linguística.
Ela frisou que o projeto, que tem como objetivo central a valorização das variedades linguísticas minoritárias, que compõem uma verdadeira riqueza linguística na região onde esta inserida a UFFS – Campus Cerro Largo, encontra-se em fase de coleta e transliteração dos textos orais.
Os projetos apresentados mostram um pouco o que os cursos e também,  o que as universidades vêm realizando em relação a pesquisa cientifica. É de extrema importância a participação dos acadêmicos nesses eventos, pois além de apresentarem seus trabalhos para estudantes e professores de outras instituições, possibilita ao estudante o desenvolvimento de habilidades de discussão acadêmica dentro da própria área de conhecimento.

 

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Acadêmicos da UFFS recebem carteirinha estudantil da UNE

Por Juciane Fornal (Ciências/Realeza)

                                                                                                                                          Reprodução
A carteira estudantil da UNE é aceita em todo o território nacional.



Os acadêmicos da UFFS tiveram a oportunidade de confeccionar suas carteirinhas estudantis fornecidas pela UNE (União Nacional dos Estudantes). Ela garante ao aluno descontos de meia entrada em estabelecimentos que proporcionam lazer, entretenimento e cultura, como espetáculos teatrais, musicais, esportivas, cinematográficos e outros, sendo este um direito garantido pela Medida Provisória (MP) 2.208/01 e pela Lei Estadual 11.182/1995.