segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Terceira Roda de Diálogo do Grupo Práxis/PET – Conexões de Saberes

Emanuele Paula Cenci (Arquitetura e Urbanismo/UFFS-Erechim)

O Grupo Práxis/PET – Conexões do Saber, coordenado pelo Prof. Dr. Thiago Ingrassia Pereira, estará realizando a 3ª Roda de Diálogo com a temática: O Projeto Popular da UFFS e o Papel dos Movimentos Populares. O evento será realizado no dia 11 de novembro, na Sala de Reuniões do Seminário de Fátima.



 
Estarão presentes no evento dois convidados: o Prof. Me. Ulisses Pereira de Mello (UFFS/Erechim-NIPEAS) ­- mestre em Agrossistemas com a dissertação A utilização agrícola das áreas de mata ciliar degradada: estudo de caso no projeto de assentamento União da Vitória, Fraiburgo (SC), Brasil (2000) e interessado pelos estudos “nas áreas de reforma agrária, extensão rural e sistemas agroflorestais” (fonte: lattes); e o Prof. Dr. Dirceu Benincá (UNINOVE) – doutor em Ciências Sociais (2009) com a tese Movimento dos Atingidos por Barragens; Ecologia; Cidadania ecológica; Desenvolvimento sustentável e membro da linha de pesquisa "Educação Popular e Culturas" e do Grupo de Pesquisa "Estado, Sociedade e Políticas Públicas" (fonte: lattes) .

O evento será aberto a toda comunidade acadêmica e as inscrições serão feitas no local, pois haverá certificação de 3 horas aos participantes.


sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Pibid – Subprojeto Pedagogia promove oficinas em escolas de Erechim

Daniê Regina Mikolaiczik (Pedagogia – Erechim)

O Pibid – Subprojeto Pedagogia está realizando, nesta semana (06/10 à 10/10), oficinas em cinco escolas estaduais da cidade de Erechim. As oficinas são de temas variados: contação de histórias, brincadeiras de roda, gincanas recreativas, meio ambiente, teatro e balões. As atividades são em comemoração ao dia da criança e representam um dos eventos organizados pelo projeto durante o ano.

O público são de estudantes de 1º a 5º anos das séries iniciais e o objetivo é mostrar o trabalho dos bolsistas envolvidos no projeto e promover a integração dos estudantes. Este é o terceiro ano consecutivo que as escolas estaduais da cidade recebem as atrações organizadas pelos bolsistas.

O Pibid – Subprojeto Pedagogia possui 25 bolsistas, 5 supervisores e 2 coordenadores. Atualmente, é o projeto com maior número de acadêmicos bolsistas da UFFS – Erechim.

César Ferreira, bolsista do projeto e acadêmico da 2º fase do Curso de Pedagogia revela suas expectativas em relação ao Pibid:

“Até tentei seguir outros caminhos, como o de trabalhar numa empresa multinacional ou no tribunal de justiça, mas não deu certo... Desde pequeno, sempre frequentava a escola. Sou filho de professora. E irmão de uma também! Eu, como bolsista do PIBID de Pedagogia, fico muito feliz e agradecido por fazer parte deste programa e por ter conseguido essa oportunidade no meu primeiro ano de curso! Tem sido uma vivência incrível e fundamental para a minha formação como professor. Sempre me lembro como era quando eu estava na escola, no ensino fundamental. Estar do outro lado, em sala de aula, tem um grande significado na minha vida. Tenho bastante noção de alguns percalços que estão por vir e sei também como anda a situação da educação no Brasil. Mas é isso que quero pra mim e eu não penso em outra coisa que não seja estar em algum lugar onde eu possa ensinar e ser ensinado, dia após dia”.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Grupo MASSA – Manejo Sustentável dos Sistemas Agrícolas

Emanuele P. Cenci (Arquitetura e Urbanismo/Erechim)

O Grupo Manejo Sustentável dos Sistemas Agrícolas (MASSA) é desenvolvido por professores e acadêmicos do curso de Agronomia do Campus de Erechim da UFFS desde 2012 e tem como objetivo a ampliação do conhecimento científico dos alunos com uma visão de agricultura que se preocupa mais com a sustentabilidade dos sistemas agrícolas.

As atividades desenvolvidas pelos acadêmicos do MASSA iniciam com a pesquisa sobre o assunto. Depois disso, são montados e coletados os dados dos experimentos e realizadas análises estatísticas das variáveis e interpretação dos dados. Quando esta etapa é finalizada, os resultados obtidos são convertidos em trabalhos de conclusões de curso, resumos e artigos que são apresentados em congressos e/ou enviados a revistas da área (sempre com orientação dos professores).
 
 
 
Imagem: Experimentos do grupo MASSA. Foto de César Tiago Forte.

Imagem: Experimentos do grupo MASSA. Foto de César Tiago Forte.

Imagem: Experimentos do grupo MASSA. Foto de César Tiago Forte.

Imagem: Experimentos do grupo MASSA. Foto de César Tiago Forte.

Neste mês de setembro, o Grupo MASSA participou do Congresso Brasileiro da Ciência das Plantas Daninhas, ocorrido entre os dias 1 e 4, em Gramado–RS. Dentre os participantes, havia quatro acadêmicos e três professores da instituição que apresentaram, ao todo, 11 resumos expandidos na forma de pôsteres e apresentação oral. O acadêmico da 10ª fase, César Tiago Forte, comentou:
 
"Além do conhecimento adquirido com a apresentação dos trabalhos, a participação no Congresso foi de extrema importância para os acadêmicos, pois foram apresentadas palestras relacionadas às novas tecnologias de controle de Plantas Daninhas com pesquisadores nacionais e internacionais. Além disso, tivemos oportunidade de entrar em contato com as empresas do setor agrícola, o que fortalece a oportunidade de emprego”.
Imagem: Integrantes do grupo MASSA no Congresso Brasileiro da Ciência das Plantas Daninhas. Foto de César Tiago Forte.

Os acadêmicos e professores que desejam participar do grupo devem ter interesse em um aprendizado diferenciado e procurar seguir a linha da pesquisa. O Grupo não tem nenhum tipo de seleção e a certificação aos acadêmicos é proporcional a frequência: se o participante for assíduo as atividades desenvolvidas no Grupo, receberá a quantidade de certificação de horas igual a de um bolsista (20h).

domingo, 7 de setembro de 2014

Programa Ciência Sem Fronteira abre novas vagas para graduação-sanduíche

Emanuele P. Cenci (Arquitetura e Urbanismo/Erechim)

O Programa Ciência Sem Fronteira traz aos acadêmicos de Instituições públicas a possibilidade de cursar um período da sua graduação ou pós-graduação fora do seu país de origem, através de um intercâmbio de 12 meses. A criação deste programa tem como objetivo à expansão e a inovação das pesquisas e tecnologias brasileiras.




No dia 15 de Agosto de 2014, foram disponibilizadas novas chamadas para contemplação de acadêmicos em cursos de graduação para 21 países de destino: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Coreia do Sul, Espanha, EUA, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido e Suécia.

O acadêmico interessado em participar do Programa deve seguir a alguns requisitos para a candidatura:
  • Estar regularmente matriculado em curso de graduação nas Áreas Prioritárias do Programa (listadas no item 2 dos editais);
  • Ter obtido a pontuação mínima de 600 pontos no Enem, em teste realizado após 2009;
  • Ter concluído entre 20% e 90% do curso até o início previsto da viagem ao exterior.
Se estes requisitos já foram preenchidos, o próximo passo é escolher o país de interesse e ler o respectivo edital no site do Programa Ciência Sem Fronteira: <http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/inscricoes-resultados>

As inscrições das chamadas nº 180, 181, 182, 183, 196, 197, 198, 199, 200, 201, 202, 203 e 204 podem ser realizadas até o dia 29 de setembro. Já as chamadas nº 179, 184, 185, 186, 187, 188, 189, 190, 191, 192, 193, 194 e 195 recebem inscrições até 30 de setembro e devem ser realizada através do mesmo link (acima).

O candidato deve realizar o exame de proficiência exigido pelo edital do país escolhido e fazer o upload de sua nota antes do prazo final determinado pelo Cronograma (disponível no Edital).

Além disso, acadêmicos que possuem prêmios em concursos, olimpíadas escolares e méritos acadêmicos podem anexar seus comprovantes junto à inscrição. Alguns países oferecem cursos de línguas (Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá (edital 189), China (mandarim), Coreia do Sul, EUA, França, Irlanda, Itália, Nova Zelândia e Reino Unido) cuja duração e nota mínima no exame de proficiência podem ser consultada no Edital referente ao país.

Para obter maiores informações e tirar dúvidas, acesse o site: <http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/c/document_library/get_file?uuid=60bdd61c-cbdb-4743-9405-190637af46ac&groupId=214072>


sábado, 6 de setembro de 2014

Projeto Cultural: Grupo de Danças da UFFS-Erechim

Emanuele P. Cenci (Arquitetura e Urbanismo/Erechim)

O projeto do grupo de danças, que iniciou suas atividades há cerca de dois anos, foi retomado neste semestre.

O objetivo, segundo seu criador e atual coordenador, prof. Dr. Anderson Ribeiro, é incentivar a prática da dança e a interação entre os estudantes dos diversos cursos, além de contribuir de forma ativa na formação cultural do universitário. Para isso, são ofertadas aulas de dança aos acadêmicos e à comunidade externa.

Durante as aulas, são ensinados ritmos de danças populares e de salão, como forró, salsa, bachata e samba de gafieira, e não há nenhum requisito básico para participar das aulas, basta realizar a inscrição, enviando email ao prof. Anderson <andersonribeiro@uffs.edu.br>, e participar assiduamente das aulas para receber a certificação.

Os encontros do Grupo de Danças já iniciaram e ocorrerão às quartas-feiras, das 17h10min às 19h, na sala 2 do anexo da UFFS.

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

1º Seminário de Estudos e Políticas de Alfabetização (SEPA) inicia no dia 8 de setembro

Daniê Regina Mikolaiczik (Pedagogia – Erechim)


Já estão abertas as inscrições para o 1º Seminário de Estudos e Políticas de Alfabetização (1º SEPA), que será realizado nos dias 8 e 9 de setembro na UFFS Erechim. As inscrições, que vão até a próxima sexta-feira, dia 5 de setembro, podem ser realizadas no link: http://www.uffs.edu.br/index.php?option=com_smartformer&formid=222

O público-alvo são acadêmicos do Curso de Pedagogia da UFFS Campus Erechim, professores da rede pública municipal e estadual de Erechim e interessados no assunto. Os participantes receberão certificação de 20 horas.

O objetivo do Seminário, segundo o site da UFFS (clique aqui), "é problematizar as recentes políticas de alfabetização, tendo em vista a discussão sobre a formação do professor alfabetizador e seus respectivos efeitos no processo de aprendizagem das crianças".

GEAME - Organizadores do Evento.

O evento está sendo organizado pelo Grupo de Estudos em Alfabetização do Município de Erechim (GEAME) e conta com a parceria do Pibid de Pedagogia e do Curso de Extensão em Alfabetização e Letramento.

A abertura do evento está marcada para às 13h30min do dia 8 de setembro com a palestra: Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), ministrada pela Profª Drª Patrícia Moura Pinho, da UNIPAMPA - Jaguarão RS.

A programação completa do evento, retirada do site da UFFS, pode ser conferida abaixo:

Dia 8 de setembro (segunda-feira)
Palestra: Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC)
Palestrantes: Patrícia Moura Pinho (UNIPAMPA/Jaguarão)
Mediadora: Acadêmica Maristela Longo
Horário: 13h30min – 18h30min
Local: Auditório da UFFS

Apresentação Musical com Amilton Jacob
Horário: 19h
Local: Auditório da UFFS

Palestra: Avaliação no Ciclo de Alfabetização
Palestrante: Ana Cristina da Silva Rodrigues (UNIPAMPA/Jaguarão)
Debatedora e Mediadora: Zoraia Aguiar Bittencourt (UFFS/Erechim)
Horário: 19h30min – 22h30min
Local: Auditório da UFFS

Dia 9 de setembro (terça-feira)
Palestra: Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid): o desafio da docência
Palestrantes: Fernanda Marquezan (UNIFRA/Santa Maria), Marilane Maria Wolff Paim (UFFS/Erechim), Michele Martelet (Rede municipal/Santa Maria)
Mediadora: Acadêmica Daniê Regina Mikolaiczik
Horário: 8h30min – 12h30min
Local: Auditório da UFFS

Palestra: Numeramento e Letramento: diálogos possíveis
Palestrante: Patrícia Moura Pinho (UNIPAMPA/Jaguarão); Zoraia Aguiar Bittencourt (UFFS/Erechim)
Mediadora: Acadêmica Carla Fernanda Matté Marengo
Horário: 13h30min – 18h30min
Local: Auditório da UFFS

Palestra: A Formação do Professor Alfabetizador
Palestrante: Maria Lucia Marocco Maraschin (UFFS/Chapecó)
Debatedora e mediadora: Marilane Maria Wolff Paim (UFFS/Erechim)
Horário: 19h30min – 22h30min
Local: Auditório da UFFS 

domingo, 31 de agosto de 2014

Diretório acadêmico da Engenharia Ambiental promove palestras para acadêmicos



Jéssica Amroginski – Engenharia Ambiental

Aula inaugural do curso de Engenharia Ambiental (foto de Alan Bet)

O DAAM – Diretório Acadêmico Anderson Mossi – do curso de Engenharia Ambiental promoveu recentemente duas atividades para os alunos. A primeira, realizada dia 18 de agosto integra o cronograma do ciclo de palestras “Conexões com o mercado de trabalho” e a segunda atividade foi uma Aula Inaugural, realizada na última segunda-feira, 25 de agosto.

A palestra realizada no dia 18 foi ministrada por Ubiratan Oro, Engenheiro Civil e Inspetor Chefe do CREA - RS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul) e possibilitou aos alunos conhecer melhor as atribuições da entidade de fiscalização e também como o engenheiro depois de formado deve proceder para registrar-se. A acadêmica Siliandra Muller afirma que “foi muito interessante para nós estudantes do curso de Engenharia Ambiental adquirir novas informações e novos conhecimentos sobre atribuições de nossa profissão. O ciclo de palestras promovido pelo DA está auxiliando muito na localização dos estudantes dentro do curso, pois há muitos que estão desmotivados pela falta de estrutura, de professores e outros recursos, e com essas palestras podem visualizar novas perspectivas voltadas para a sua formação”

Já na Aula Inaugural, realizada pela primeira vez para o curso de Engenharia Ambiental, as acadêmicas e também representantes do DAAM Analise Dall Agnol e Camila Dalla Rosa explicaram o que é o Diretório Acadêmico e quais são as suas funções. Após, o Professor Pedro Luiz Borges Chaffe (UFSC) falou um pouco mais da atuação de um engenheiro ambiental, aprofundando-se na sua área de atuação que são os recursos hídricos/hidrologia. Chaffe possui graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestrado em Engenharia Ambiental pela mesma Universidade e doutorado em Urban and Environmental Engineering - Kyoto University.

De acordo com a presidente do DAAM, Marcela Leohnardt Lago, está previsto para o mês de setembro novas atividades para os alunos.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Inscrições no Enade 2014 já podem ser conferidas

Emanuele Paula Cenci (Arquitetura e Urbanismo-Erechim)

Em 23 de novembro de 2014, acontece a 11ª edição do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, o Enade, que tem como principal objetivo avaliar a qualidade dos cursos de graduação.

O Enade foi criado no ano 2004 para avaliar se os acadêmicos possuem rendimento adequado em relação aos conteúdos previstos nas diretrizes curriculares do seu curso de graduação. Para isso, a cada ano, são selecionadas diferentes áreas do conhecimento para avaliação. Conforme a Portaria Normativa nº 8, de 14 de março de 2014, serão avaliados pelo Enade 2014 os seguintes cursos:

[…] [a] bacharel em Arquitetura e Urbanismo; Sistema de Informação; Engenharia Civil; Engenharia Elétrica; Engenharia de Computação; Engenharia de Controle e Automação; Engenharia Mecânica; Engenharia Química; Engenharia de Alimentos; Engenharia de Produção; Engenharia Ambiental; Engenharia Florestal; e Engenharia […]; [b] bacharel ou licenciatura em Ciência da Computação; Ciências Biológicas; Ciências Sociais; Filosofia; Física; Geografia; História; Letras-Português; Matemática; e Química […]; [c] licenciatura em Artes Visuais; Educação Física; Letras-Português e Espanhol; Letras-Português e Inglês; Música; e Pedagogia; [...] [d] tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas; Automação Industrial; Gestão da Produção Industrial; e Redes de Computadores; […] [e] bacharel em: Agronomia; Biomedicina; Educação Física; Enfermagem; Farmácia; Fisioterapia; Fonoaudiologia; Medicina; Medicina Veterinária; Nutrição; Odontologia; Serviço Social e Zootecnia; […] [f] tecnólogo em: Agronegócio; Gestão Hospitalar; Gestão Ambiental; e Radiologia. (grifo nosso)

Os acadêmicos enquadrados nos cursos selecionados para o exame devem consultar sua inscrição entre os dias 12 e 21 de agosto (até amanhã, portanto) para confirmar se ela foi realizada corretamente e se os dados possuem alguma retificação a ser feita. Essa consulta é muito importante e pode ser feita através do site do Instituto Nacional de Pesquisas (Inep): http://portal.inep.gov.br/enade/inscricoes

Se houver alguma alteração em seus dados, o acadêmico deve entrar em contato com o Coordenador de seu curso para a realização das devidas correções até 29 de agosto.
 

O resultado do Enade é um dos fatores que auxilia na composição do Índice Geral de Cursos da Instituição (ICG) que aponta e acompanha o funcionamento e a qualidade dos cursos da Instituição Federal de Ensino Superior (IFES). Para maiores informações os acadêmicos podem acessar o site do Portal do Inep no link: http://portal.inep.gov.br/enade/perguntas-frequentes
 
 

Pós-Graduação em Teorias Linguísticas Contemporâneas encerra suas atividades nesta semana


Jéssica Amroginski (Engenharia Ambiental-Erechim)

No último dia 12 de agosto, aconteceu a abertura do Simpósio de Pesquisa em Teorias Linguísticas Contemporâneas com a palestra do prof. Dr. Carlos Mioto (UFSC) A pesquisa formal em Linguística. O evento faz parte do encerramento das atividades do Curso de Pós Graduação em Teorias Linguísticas Contemporâneas da UFFS – Campus Erechim, e, para esta semana (dias 22 e 23) estão programadas as apresentações dos resultados das pesquisas que foram realizadas pelos pós-graduandos.

O curso foi coordenado pelo Professor Atilio Butturi Júnior, - que atualmente está atuando em outra Instituição de Ensino Superior- e teve como objetivo principal “Possibilitar um espaço de reflexão acadêmica e de qualificação e formação de profissionais em Teorias Linguísticas Contemporâneas, oportunizando melhorias na qualidade do ensino e no enriquecimento da formação científica, técnica e profissional do graduado em nível superior”.

Imagem: cartaz do evento produzido por Pedro Paulo Vezon Filho.
 Confira, abaixo, a lista das apresentações que ocorrerão nesta sexta e sábado:

Nome do acadêmico

Título do  trabalho
                                    
Data e hora
  
Local da defesa
                       
Orientador
Cristina E. D. Schiavo
O uso da música para o ensino de língua inglesa no contexto escolar: um estudo de revisão de literatura
22/08/2014 

16h
Auditório
Profª Drª Ani C. Marchesan
Elisabete Baú
As sentenças relativas com núcleo do PB nos dados de escrita do Lácio-Ref
22/08/2014

18h
Auditório
Profª Drª Ani C. Marchesan
Rejane Nickel
As sentenças relativas com núcleo nominal nos dados de fala de Porto Alegre do projeto VARSUL
22/08/2014

19h30min
Auditório
Profª Drª Ani C. Marchesan
Rosangela L. A. da Silva
Propostas de produção textual em livros didáticos de língua portuguesa
23/08/2014

8h30min
Sala 1
Profª Me. Zoraia A. Bittencourt
Nara Dalagnol
Teoria da argumentação na língua: um caminho para a interpretação
23/08/2014

10h
Sala 1
Profª Drª Noemi L. dos Santos
Zelinda B. Dakmer
Competências exigidas pela redação do ENEM e conteúdos ensinados no ensino médio de escolas públicas de Erechim/RS
23/08/2014

11h15min
Sala 1
Profª Me. Zoraia A. Bittencourt
Laís M. Paris
Proposta de trabalho com oralidade nos livros didáticos de língua inglesa das escolas públicas de Erechim/RS
23/08/2014

15h
Sala 1
Profª Me. Zoraia A. Bittencourt

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Estão abertas as inscrições para o teste TOEFL/ITP (level 1)


Daniê Regina Mikolaiczik (Pedagogia - Erechim)

Iniciaram hoje, 18 de agosto, as inscrições para o teste de nivelamento em língua inglesa (TOEFL/ITP) que será aplicado em todos os campi da Universidade Federal da Fronteira Sul. Podem realizar o teste: estudantes, docentes e técnicos-administrativos.
 
 
Fonte: http://isf.mec.gov.br/arquivos/manual_do_candidato_TOEFL_ITP.pdf
 
O teste é muito importante, pois é um dos requisitos para participação no programa Ciências sem Fronteiras. Além de testar seus conhecimentos sobre a língua inglesa, o participante pode utilizar a participação na prova como horas para as ACCs dos cursos de graduação.

A inscrição pode ser feita na Plataforma do Programa Inglês Sem Fronteiras, no site isfaluno.mec.gov.br/index/acesso/i/c. As vagas são limitadas. Nessa plataforma, o estudante também pode encontrar orientações sobre a realização da prova.

No campus de Erechim esta será a segunda aplicação da prova, que esta prevista para o dia 08/11/2014. Em caso de dúvidas os interessados podem entrar em contato com a Assessoria para Assuntos Internacionais da UFFS: E-mail internacional@uffs.edu ou (49) 2049 3140. 
 
 

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Acadêmicos do Curso de Arquitetura e Urbanismo apresentam projetos para o Trabalho Final de Graduação


Emanuele Paula Cenci (Arquitetura e Urbanismo)

Acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFFS, ingressantes do ano de 2010, apresentaram seus projetos de pesquisa para o Trabalho Final de Graduação (TFG), que é realizado em duas etapas: a primeira, com a disciplina de “Introdução ao Trabalho Final de Graduação”, na nona fase; e a segunda, no “Trabalho Final de Graduação”, na décima fase.

Neste primeira etapa, foram realizadas pesquisas que buscaram um maior conhecimento sobre o tema (também chamado de conceito), o local de intervenção, o programa arquitetônico, os condicionantes locais, entre outras informações que tragam subsídios para uma proposta projetual que é lançada ainda nesta fase de estudos.
 
 

As apresentações às bancas realizaram-se nos dias 16, 17 e 24 de julho e tiveram a seguinte ordem de apresentação:

Douglas Pompermaier – “Terminal Rodoviário na Cidade de Erechim - RS”

Tiago André Tartas – “Centro de Convivência e Lar Para Idosos Bela Vista”

Maicon Berti – “Escola Agrícola no Município de Bandeirante - SC”

Marina Bellé – “Quilombo Mormaça: Uma Proposta Projetual”

Janieli Andressa Ponsoni – “Habitação de Interesse Social: Repensando Inserções na Cidade de Erechim - RS”

Vitor Jose Growacki – “Instituto e Parque Ecológico da Pedreira”

Érica Cristina Zanella – “Casa de Acolhimento”

Emanuelle Weber Feijó – “Menores Abandonados: Outro Olhar Sobre a Desfiliação”

Ellen Biavati – “Centro de Interpretação: Memória | Cultura | Ambiente”

Elis Regina Stadtlober – “Parque de Cultura, Memória e Lazer Itá - SC”

Deloan Edberto Mattos Perini – “Agricultura Urbana: Parque Linear Produtivo em Erechim - RS” 
 
Imagem: apresentação de projeto de TFG.

Imagem: apresentação de projeto de TFG


A acadêmica Ellen Biavatti, que apresentou sua pesquisa no dia 17 de julho, comentou sobre a importância dessa disciplina e da pesquisa para a graduação:

“Através da disciplina Introdução ao Trabalho Final de Graduação, vivenciou-se diferentes temas e abordagens. As pesquisas desenvolvidas pelos acadêmicos, auxiliaram na compreensão das especificidades de cada assunto, as quais serão trabalhadas na continuidade do Trabalho Final de Graduação. ”.

Todos os acadêmicos foram aprovados nesta fase do trabalho final de graduação e agora o objetivo será o desenvolvimento de um projeto baseado nas diretrizes pesquisadas e nas soluções vislumbradas para melhor resolução da problemática. 
 

terça-feira, 22 de julho de 2014

Alunos do curso de Agronomia apresentam seus trabalhos de conclusão de curso

Jéssica Amroginski – Engenharia Ambiental

O curso de Agronomia da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS-Erechim) é um dos cursos que está na etapa final da graduação. Os acadêmicos da turma 2010 estão em fase de apresentação de seus trabalhos de conclusão de curso (TCC’s).  O Comunica conversou com a acadêmica Alana Prigol, que foi a primeira aluna do curso que apresentou e teve seu TCC aprovado no dia 14 de julho.

A pesquisa realizada pela acadêmica tem como título Identificação da ocorrência de resistência de leiteiro (Euphorbia heterophylla L.) a herbicidas inibidores de ALS e PROTOX e foi orientada pelo professor Leandro Galon.

A respeito do seu trabalho, Alana afirma que consistiu basicamente em “[...] identificar a resistência da planta daninha (denominada leiteiro) a herbicidas frequentemente utilizados por produtores de culturas, como a soja. Os biótipos testados são oriundos dos estados de Rondônia e Rio Grande do Sul. Os experimentos foram realizados na casa de vegetação pertencente ao grupo Massa (Manejo Sustentável dos Sistemas Agrícolas) localizado na cidade de Erechim, no campus definitivo da UFFS”.

Sobre os resultados obtidos com sua pesquisa ela diz que “O biótipo do Rio Grande do Sul possui sensibilidade aos herbicidas testados e o biótipo de Rondônia mostrou-se mais resistente. Além disso, ressalta-se a importância da rotação de culturas, bem como a rotação de herbicidas como ferramenta para o manejo e prevenção da resistência”.

Questionada a respeito do TCC, a acadêmica afirma que “Foi uma experiência única, que proporcionou maior conhecimento sobre o assunto, pois é uma área relevante na qual tenho interesse de continuar pesquisando, além disso, pude trabalhar com um professor que possui grande conhecimento na área”.
A expectativa dela é que com o “conhecimento adquirido na Universidade eu possa ter um bom espaço no mercado de trabalho”. Alana termina sua fala agradecendo a todos que colaboraram e contribuíram de alguma forma para a realização do seu trabalho.


Depois de apresentar o TCC, a próxima etapa é o estágio, porém ainda não está definido onde acontecerá. Tendo concluído o estágio, deve ser apresentado um relatório e depois só aguardar pela formatura, que será no dia 14 de fevereiro de 2015.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Abertas as inscrições para o SEPE

Jéssica Amroginski (Engenharia Ambiental - Erechim)

A submissão de trabalhos para a quarta edição do Seminário de Ensino Pesquisa e Extensão (SEPE) da UFFS já está disponível. Para participar é necessário submeter os resumos através da Plataforma Eletrônica SEER aos Anais do SEPE através do endereço: https://periodicos.uffs.edu.br.


No ano passado, na terceira edição do evento foram apresentados cerca de 561 trabalhos. Para o IV SEPE, que será realizado em todos os campi da UFFS, são esperados mais de 400 trabalhos.

Os trabalhos aprovados serão apresentados na modalidade oral. Para submeter o resumo deve-se seguir as orientações e normas exigidas pela coordenação do evento que podem ser acessadas na página inicial do site da UFFS.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

A Cultura através da Universidade, projetos que são realizados na UFFS são apresentados para comunidade erechinense

Jéssica Amroginski (Engenharia Ambiental/Erechim)

Os projetos culturais da UFFS oferecem diversas atividades tanto para o público interno da Universidade quanto para a comunidade externa, possibilitando a participação e a troca de informações com públicos variados, que têm interesse na valorização dessa área.

Um dos projetos aprovados no último edital foi o projeto intitulado “A arte de contar e ouvir histórias na contemporaneidade”, coordenado pelo professor Iloir Gaio. As atividades são desenvolvidas desde o início do semestre pelo coordenador que conta com o auxílio de acadêmicos de diferentes cursos.

Os principais objetivos do projeto são proporcionar o conhecimento e reflexão a respeito de diversas formas de trabalhar com as palavras, mostrando que o ato de contar histórias é uma das possibilidades de se romper o confinamento cultural, facilitando a imaginação criadora. Além disso, permite enfatizar a cultura de ensinamentos e sabedoria do passado, oferece um instrumento capaz de desenvolver e formar pessoas com desejo de compartilhar a vida pautada em valores éticos, sociais, morais e espirituais.

As atividades propostas visam capacitar os integrantes do projeto a contar histórias dos mais variados gêneros, trabalhar em vários contextos diferentes, escolher as histórias mais adequadas para cada ocasião, ensinando os segredos e as mais variadas técnicas que podem ser utilizadas.

O grupo realizou recentemente uma apresentação na Escola Municipal de Educação Infantil Dr. Ruther Alberto Von Muhlen. Na ocasião, os integrantes do projeto encenaram para crianças com até cinco anos de idade, mostrando para elas como é importante ter uma alimentação saudável. 
 
Imagem: apresentação na Escola Municipal de Educação Infantil Dr. Ruther Alberto Von Muhlen

Imagem: apresentação na Escola Municipal de Educação Infantil Dr. Ruther Alberto Von Muhlen

No cronograma do projeto, constam ainda diversas atividades a serem realizadas. A próxima acontecerá no dia 16 de julho no Lar dos Velhinhos de Erechim. 
 
 

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Manual de trabalhos acadêmicos da UFFS é lançado

Jéssica Amroginski (Engenharia Ambiental - Erechim)

Foi lançado recentemente o Manual de Trabalhos Acadêmicos da Universidade Federal da Fronteira Sul. Esse documento é fruto do trabalho de uma comissão, coordenada pela Bibliotecária Simone Padilha, composta por um representante docente de cada um dos campi da UFFS. Tendo em vista que a Universidade está formando as suas primeiras turmas é necessário possuir um padrão para o desenvolvimento e elaboração dos TCCs (Trabalhos de Conclusão de Curso) e para as dissertações de mestrado que já estão em andamento. Além disso, o documento pode auxiliar tanto alunos quanto professores nas disciplinas de Iniciação à prática científica.

O Manual está baseado nas Normas Brasileiras de informação e documentação (NBR) que são produzidas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e de acordo com o que consta no próprio documento: “pretende-se que esse manual seja um guia aos alunos recém-chegados à universidade para que, desde o início de sua vida acadêmica, sejam incentivados a elaboração, estruturação e formatação de todos os seus trabalhos acadêmicos, com base nas normas vigentes”.

Estão disponíveis no documento as normas para desenvolvimento de trabalhos como: TCC, dissertações, teses, artigos e projetos de pesquisa e também há alguns sites recomendados com informações pertinentes. O acesso aos conteúdos é fácil e rápido, tornando esse manual uma ótima ferramenta de auxílio.

Para acessar o material completo basta acessar:

< http://www.uffs.edu.br/images/Manual_de_Trabalhos_Acadmicos.pdf>

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Estudantes do Curso de Pedagogia realizam Exposição de Jogos de Alfabetização.

Daniê Regina Mikolaiczik (Pedagogia - Erechim)

Aconteceu, no dia 9 de junho, no salão de eventos da UFFS-Campus Erechim, a exposição de Jogos de Alfabetização que foram produzidos por alunas da 5ª fase do Curso de Pedagogia. Os jogos foram produzidos na disciplina de Alfabetização: teoria e prática II, ministrada por Marilane Wolff Paim.

Imagem: jogos produzidos pelas alunas da 5ª fase do curso de Pedagogia. Foto: Daniê Regina Mikolaiczi

Foram produzidos cerca de 50 jogos voltados para letra, fonética, silábico, palavração, texto e global. O objetivo da atividade é compor um leque de recursos para serem utilizados em sala de aula, principalmente por crianças em processo inicial da leitura e escrita. Objetivou-se, também, qualificar a prática pedagógica, desafiar e permitir que os alunos construam seu conhecimento dentro de um contexto fundamentado e lúdico, e não fragmentado e superficial, e viabilizar o aprendizado como um processo de alfabetização e letramento para o aluno compreender, produzir e testar suas hipóteses.

Michele Vargas Bueno, aluna da disciplina, afirmou: “Sinto-me satisfeita e impulsionada a realizar efetivamente auxílios didáticos pedagógicos para a prática docente. Enfatizo que projetos como esse desenvolvem conceitos e permitem-nos uma reflexão-ação-reflexão (Paulo Freire) da fundamentação que construímos aliadas com a prática que muitas de nós já vivenciam e para as que estão por vir”.


terça-feira, 17 de junho de 2014

Prova do TOEFL ITP é realizada no campus de Erechim

Jéssica Amroginski (Engenharia Ambiental - Erechim)

Aconteceu, no último final de semana (dias 14 e 15), o teste de nivelamento em língua inglesa (TOEFL ITP) na Universidade Federal da Fronteira Sul - campus Erechim. Essa iniciativa do Governo Federal por meio do Programa Inglês sem Fronteiras (IsF), Ministério da Educação (MEC), Secretaria de Ensino Superior (SESu) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) possibilita aos alunos de Ensino Superior demonstrar sua proficiência na língua inglesa.

O teste é aplicado gratuitamente para os alunos da graduação, mestrado e doutorado das Instituições Federais de Ensino Superior. De acordo com o resultado da prova, o aluno é classificado como proficiente em língua inglesa e pode usar sua nota para participar do Programa Ciência sem Fronteiras e realizar intercâmbio no exterior.

No campus de Erechim, foi a primeira aplicação do exame. Alunos de diversos cursos realizaram a prova para verificar seus conhecimentos. “O TOEFL foi uma experiência muito significativa, pois além de ser utilizado para a seleção de bolsistas no programa Ciência sem Fronteiras, serviu como uma avaliação própria sobre meu conhecimento da língua inglesa” diz a acadêmica do curso de Engenharia Ambiental Emanuele Salvi.
 
Imagem: alunos UFFS-Erechim durante a prova do TOEFL

Imagem: alunos UFFS-Erechim durante a prova do TOEFL
Imagem: alunos UFFS-Erechim durante a prova do TOEFL

Em entrevista ao Comunica, o acadêmico Eliel Bianchi, que cursa Engenharia Ambiental falou sobre o teste e sobre a bolsa que conseguiu nos Estados Unidos. A previsão é que ele vá para o exterior no segundo semestre de 2014:

“Fiz o TOEFL ITP em duas oportunidades, um na metade e outro no fim de 2013, pois era requisito para o programa Ciência Sem Fronteiras. O teste tem durabilidade 1 hora e 55 minutos separados em 3 áreas: listening (50 questões), structure (40 questões) e reading (50 questões). Ao todo são 140 questões e devido à duração da prova, é um pouco corrido, gerando dificuldade até mesmo para quem possui um bom conhecimento em inglês. Fiz meu primeiro teste com poucos meses de curso particular de inglês e como era meu primeiro contato com a prova acabei sentindo mais dificuldade, principalmente no listening e no structure. Infelizmente, não consegui a nota necessária na primeira vez e acabei sendo desclassificado do edital para os Estados Unidos. Então, quando abriu novo edital para os EUA, me inscrevi novamente e com mais alguns meses de curso, e por já conhecer a prova, achei menos complicado. Consegui, então, a nota necessária para a bolsa de 'graduação-sanduíche' de 1 ano, mas com a ressalva de ter ficado ainda abaixo da fluência, terei que ir 6 meses antes para fazer um curso intensivo de inglês".
"Quanto ao meu processo seletivo recebi um e-mail semana passada informando-me que fui selecionado e que até o fim do mês receberei a indicação da universidade americana em que eu farei meu curso de inglês e posteriormente o curso de graduação. Após os primeiros 6 meses de curso de idioma, terei que prestar novo exame, o TOEFL IBT, que difere um pouco do ITP. Acredito que esta é uma oportunidade única e que tem sido barrada devido ao pouco conhecimento da língua inglesa entre os acadêmicos brasileiros. Por isso, o Governo está realizando testes com todos os estudantes das instituições federais brasileiras para identificar melhor o problema.”

O programa IsF prevê a oferta de cursos presenciais de inglês nas universidades credenciadas. Porém, de acordo com o que consta no site do Ministério da Educação, a UFFS ainda não está na lista dessas instituições.


terça-feira, 10 de junho de 2014

Diretório Acadêmico do Curso de Engenharia Ambiental promove ciclo de palestras

Jéssica Amroginski (Engenharia Ambiental - Erechim)

Aconteceu no dia 09/06 a primeira palestra do ciclo Conexões com o Mercado de Trabalho, atividade proposta pelo Diretório Acadêmico Anderson Mossi - DAAM - do curso de Engenharia Ambiental. A palestra que foi ministrada pela Engenheira Ambiental Anelise Sertoli Gil teve como tema: Desafios e realidades da Consultoria Ambiental. 
 
 
Imagem: palestrante Anelise Sertoli Gil
 
Anelise é graduada em Engenharia Ambiental e Mestre em Engenharia Ambiental e Civil e está cursando atualmente sua Especialização em Segurança do Trabalho. Além disso, possui experiência na área de Engenharia Sanitária/Ambiental, de Licenciamento Ambiental, Perícia Ambiental com ênfase em fiscalização ambiental. Durante a palestra, ela apresentou algumas possibilidades de atuação de um Engenheiro Ambiental, bem como as responsabilidades que o profissional dessa área possui, mostrou aos acadêmicos o processo para realização de uma licença ambiental e encerrou sua apresentação dizendo que “para o reconhecimento e valorização profissional, o engenheiro ambiental deve ser técnico, crítico e criativo”. Após houve um momento de diálogo em que os estudantes puderam esclarecer algumas de suas dúvidas. 

A estudante e presidente do DAAM, Marcela Leohnardt Lago, diz que “a proposta do Diretório Acadêmico é fazer com que os alunos possam conhecer um pouco mais das atribuições de um profissional em atuação, porque há muitas opções que as vezes são desconhecidas pelos alunos e também é muito importante esse contato com profissionais da área para esclarecer as dúvidas dos estudantes. Para o acadêmico Grégori Betiato Bieniek, a palestra “[…] foi muito interessante para conhecermos as possíveis áreas de atuação dentro da Engenharia Ambiental, e o que nos espera após finalizarmos o curso. O DAAM está de parabéns por proporcionar esse tipo de atividade aos acadêmicos”.

A próxima atividade ainda não tem data marcada, mas a ideia é que sejam realizadas palestras mensalmente para os alunos da Engenharia Ambiental. Essas atividades serão certificadas e contam como horas de ACC’s.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Projeto de Extensão da UFFS – Erechim é apresentado no 6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária.

Daniê Regina Mikolaiczik (Pedagogia – Erechim)

Aconteceu, entre os dias 19 e 22 de maio, na cidade de Belém-PA, o 6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU). Para apresentação no evento, um dos projetos selecionados foi da UFFS-Erechim com o tema: Educação de Jovens e Adultos (EJA): Uma Experiência Extensionista em Rede Pública de Ensino, cujo grupo é coordenado pela profª Drª Adriana Losso, docente da universidade.

O Projeto de Extensão iniciou em Abril/2013 para atender demandas apontadas pela Rede Pública Municipal de Ensino de Erechim. Seu objetivo é apresentar propostas de formação continuada para professores da rede municipal e estadual erechinense que ministram aulas na Educação de Jovens e Adultos (EJA), fundamentando-os teórica e metodologicamente a partir dos conceitos de: Mediação, Interdisciplinaridade, Práticas de Produção Textual e Concepção de Linguagem. O grupo conta com a participação de duas bolsistas, acadêmicas da UFFS, Ana Flávia Mohr e Dione Fátima Grzyboviski; além de contar com a colaboração de outros três docentes: Naira Mohr, Zoraia Bittencourt e Ivone Maria de Souza.

Para a profª Adriana Losso, a seleção do Projeto representa “reconhecimento pelo trabalho realizado, numa Perspectiva de Educação Popular, na Modalidade da Educação de Pessoas Jovens e Adultas. A EJA é uma modalidade de ensino da Educação Básica que a maioria das nossas licenciaturas não a constitui como componente curricular obrigatório em seus PPCs e a pesquisa e a extensão precisam dar visibilidade a estas demandas pedagógicas na/da região”. 
 
 

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Alfabetização e Linguagens serão abordadas em curso de extensão na UFFS - Erechim


Daniê Regina Mikolaiczik (Pedagogia/Erechim)

Iniciou, no último dia 20 de maio, na UFFS-Campus Erechim, o curso de extensão com o tema: Alfabetização e Linguagens: possibilidades de intervenção em sala de aula. As aulas do curso serão ministradas pela profª Drª Marilane Wolff Paim, professora e coordenadora do curso de Pedagogia, que possui graduação em Pedagogia e Mestrado em Educação e Ensino, pela Universidade do Contestado (2001); e Doutorado em Educação (UNISINOS, 2009).

Os encontros serão mensais, realizados no turno da tarde. Foram oferecidas 40 vagas a professores das redes públicas municipal e estadual de ensino - especialmente aqueles que atuam nas turmas de primeiro, segundo e terceiro anos do Ensino Fundamental - e estudantes de Licenciaturas.

O curso objetiva discutir quais as melhores estratégias para o trabalho com Alfabetização e Linguagens nos anos iniciais, mostrando os caminhos que podem ser seguidos por professores que buscam uma alfabetização baseada em uma linguagem social. No decorrer do curso, serão convidados vários docentes da UFFS – Erechim para conduzir trabalhos sobre os diferentes tipos de Linguagens.

Para a professora Marilane Wolff Paim, o curso de extensão ''proporciona a fundamentação teórica para a compreensão e análise interpretativa dos conceitos de alfabetização e letramento nas diferentes linguagens''. 
 
 

terça-feira, 27 de maio de 2014

Estudantes da UFFS bloqueiam ERS 135

Jéssica Amroginski (Engenharia Ambiental / Erechim)

O frio e o tempo feio não foram motivos para que os estudantes da Universidade Federal da Fronteira Sul cancelassem a manifestação prevista para o dia de ontem, 26. Às margens da ERS 135, na entrada do novo campus da UFFS, alunos se reuniram com cartazes, apitos e instrumentos musicais para protestar e chamar a atenção da população e principalmente do governo sobre um problema que vem se arrastando há tempos.

O principal motivo do movimento é reivindicar o trevo de acesso ao campus, pois as obras ainda estão suspensas devido a irregularidades com a licença ambiental. Os alunos bloquearam o trânsito por cerca de 30 minutos nos dois sentidos da rodovia e, com o trânsito parado, distribuíram aos motoristas panfletos explicando os motivos do manifesto. O bloqueio era suspenso para evitar longos congestionamentos e após a rodovia era novamente trancada pelos estudantes. O protesto que iniciou de manhã seguiu até às 15 h. 
 
Fonte: Grupo do Facebook "Precisa-se de professores"

Fonte: Grupo do Facebook "Precisa-se de professores"


Fonte: Grupo do Facebook "Precisa-se de professores"


A acadêmica Camila Dalla Rosa do curso de Engenharia Ambiental salienta que “Nós estudantes da UFFS paralisamos nossas atividades hoje e fomos em busca de nossos direitos, queremos nosso meio ambiente preservado e da mesma forma queremos soluções para o acesso ao campus definitivo. Nosso ensino de qualidade também depende muito da nossa infra-estrutura definitiva que estará à nossa disposição após termos um acesso seguro ao local.”

Ainda não há previsão para o início das obras no local. 
 
Fonte: Grupo do Facebook "Precisa-se de professores"
 

domingo, 18 de maio de 2014

Publicada Portaria que trata da expansão da UFFS

Jéssica Amroginski (Engenharia Ambiental/Erechim)

Tendo em vista que a rede federal das instituições de ensino superior está em processo de expansão e que o Reuni - Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais -, proporcionou a ampliação das universidades federais, criando instituições multicampi, ampliando vagas e cursos, foi criado um Plano de Expansão para a Universidade Federal da Fronteira Sul.

A portaria 389/GR/UFFS/2014, publicada no site da UFFS, aprova a metodologia para a elaboração de um plano de expansão externa e interna da Universidade, ou seja, pretende-se criar novos cursos de graduação nos campi já existentes e também criar novos campi.

De acordo com o documento, a reitoria da UFFS será responsável pela sistematização de todas as propostas que forem recebidas e essas serão remetidas ao Conselho Universitário e ao Conselho Estratégico Social. Em setembro e outubro deste ano, serão realizadas assembleias em que os Conselhos acima citados discutirão essas propostas e em uma sessão exclusiva, o Conselho Universitário irá decidir quais serão as propostas que estarão no plano de expansão interna e externa da UFFS, para posteriormente encaminhar ao MEC em fevereiro de 2015.

As propostas devem ser apresentadas à reitoria até o dia 29 de agosto. Os planos de expansão devem apresentar as metas a serem atingidas no prazo de 10 anos.

O campus de Chapecó está desenvolvendo uma pesquisa de opinião pública online, para que a comunidade em geral possa opinar sobre a expansão interna do campus. Na pesquisa, é possível escolher até três prioridades para opções: cursos de graduação, especialização, mestrado e doutorado. Para participar da pesquisa, basta acessar: http://www.rizzoma.net/expansaouffs/ 

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Ludicidade e Educação Infantil serão abordadas em curso de extensão na UFFS - Erechim.


Daniê Regina Mikolaiczik (Pedagogia - Erechim)

Iniciou no último dia 08 de maio, na UFFS-Campus Erechim, o curso de extensão com o tema: Ludicidade e Educação Infantil. As aulas serão ministradas por Rodrigo Saballa de Carvalho, que atua como professor no curso de Pedagogia, possui graduação em Pedagogia, Especialização em Gestão da Educação (UFRGS, 2002) e Mestrado (UFRGS, 2005), Doutorado (UFRGS, 2011) e pós-doutorado (UFPEL, 2014) em Educação. (cf. lattes)

Os encontros acontecem todas as quintas-feiras de manhã. Foram 60 vagas oferecidas a professores da Educação Infantil da cidade de Erechim, coordenadores pedagógicos, orientadores educacionais da Rede Pública Estadual - da área de abrangência da 15ª Coordenadoria Regional de Educação - e Municipal, e acadêmicos dos cursos de Licenciatura em Pedagogia da UFFS e das demais universidades da região.

O curso objetiva discutir as práticas lúdicas que podem ser desenvolvidas na Educação Infantil. Além de discutir práticas, o grupo conta com um grande número de professores que já atuam em sala de aula, o que faz com que o diálogo se aproxime da realidade, já que são inúmeras as experiências relatadas.
 


Para o professor Rodrigo Saballa de Carvalho “ao analisar as rotinas das instituições de Educação Infantil, é possível perceber que o espaço destinado ao brincar tem sido cada vez mais exíguo, pois a primeira etapa da Educação Básica é muitas vezes vista como um período preparatório para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Desse modo, corroborando com tal afirmação, é importante destacar que a solicitação para realização de um curso de extensão que tivesse como foco a ludicidade, partiu das próprias Secretarias de Educação das cidades de Campinas do Sul, Carlos Gomes e Centenário - RS, durante o processo de avaliação do curso de extensão Educação Infantil: múltiplos letramentos, realizado no ano de 2013. Tal solicitação de formação continuada, evidencia a importância do curso que esta sendo proposto, e a necessidade de discussão do tema da ludicidade com professores que atuam nas instituições de Educação Infantil”.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

PET Campus-Erechim publica seu segundo livro

Daniê Regina Mikolaiczik (Pedagogia-Erechim)

Em Abril de 2014, ocorreu o lançamento do livro: Universidade Pública em Tempos de Expansão organizado pelo professor da UFFS-Erechim, Thiago Ingrassia Pereira, que é tutor do Grupo Práxis, PET/Conexões de Saberes (Bolsista FNDE), professor da área de Fundamentos da Educação, pesquisador associado ao Grupo de Pesquisa Educação Popular na Universidade (UFFS/CNPq), vice-presidente da Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais, Sociólogo e Doutorando em Educação na UFGRS.

O livro é composto por uma coletânea de textos produzidos por estudantes e professores colaboradores do Grupo Práxis, PET/Conexões de Saberes e tem o objetivo de compartilhar as experiências de ensino, pesquisa e extensão vivenciadas pelo grupo durante os anos de 2012 e 2013.
 
Livro: Universidade Pública em Tempos de Expansão

O Programa de Educação Tutorial (PET)¹ iniciou suas atividades na UFFS-Erechim em 2010, na modalidade Conexões de Saberes, e foi nomeado: Grupo Práxis. O principal objetivo dos estudantes e organizadores é discutir a Educação Popular, atuando nos segmentos de ensino, pesquisa e extensão. Esta já é a segunda obra produzida pelo grupo, que em 2012 publicou: Há uma universidade no meio do caminho, também organizada por professor Thiago Ingrassia Pereira. Na primeira obra foram narradas as experiências dos bolsistas do programa até chegarem à universidade.

__________________
¹ O Ministério da Educação qualifica o PET como grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de formações em nível de graduação nas Instituições de Ensino Superior do País orientados pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e da educação tutorial. Na UFFS, o programa é gerido pela Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD.